mulheres em busca

No entanto, escrever contatos mulheres separadas cresceu dentro do meu peito como algo muito maior do que meus antigos cadernos.
Já pensou em como a nossa vida é tão curta?
As relações tornaram-se mais complexas e monótonas, aquele brilho que a sua esposa ou marido tinha quando se conheceram parece ter-se desvanecido com o tempo enquanto a rotina se instalava no seu casamento cada vez mais infeliz.
Eu digo ao meu dedo mole e apertado não tenha medo eu devagar e levemente deito meu dedo em áfrica (como se eu não pertencesse a ela.) e então você me pergunta onde.A escolha de Nayyirah em permanecer quieta e deixar sua poesia falar por si me deu licença para encontrar minha resposta: Nayyirah fala de uma dor e de uma busca que, para mim, traduz todos os desafios e dores que o mercado editorial, as livrarias.Como pode uma poesia tão minimalista (nessa pegada meio.E foi quando descobri as escritoras negras que me foram negadas por toda a minha vida que entendi: eu podia escrever.Copyright 2017 Vivalocal - Part of W3 LTD.Porque ao invés de mandar originais para as grandes editoras e esperar eternamente, decidiu que se publicaria no instagram.Descobri tantos poetas, tantos homens poetas, tantos homens brancos poetas, que me afoguei na impressão de que poesia era uma coisa só deles.Descobri Drummond, Gullar, Leminski, Bandeira.Mas como, se na novela, nos filmes, nos livros elas nunca estão?Entre essas mulheres, quantas são negras?E quando compreendi isso, também descobri que podia escrever.Será que existe a possibilidade de que uma lágrima escorra dos seus olhos quando eu e Nayyirah balbuciamos qualquer coisa que não diz nem oi para nossa origem (desconhecida)?
Elas podem conhecer as comidas do seu povo, as festas do seu povo, a língua do seu povo.
Entenda, não é simples: meu avô é um poeta de reconhecimento internacional, assim como meu pai.


[L_RANDNUM-10-999]