A solidão dos números primos do Paolo Giordano um estilo de escrita poética, original e bonita.
Narra especialmente seu encontro depois de casado com um amor de juventude.
Já escrevi sobre ele aqui.
Queria muito lê-lo por conta da indicação do Daniel Piza.É apenas o título de uma das crônicas que compõem este livro delicioso de ler para a mulherada de mais de 40 anos.Os personagens e seus dramas anúncios de mulheres solteiras com fotos são bem construídos, o panorama geral é interessante, vale a pena para quem quer pensar.Mais uma história de mistério envolvendo o mundo da arte e das falsificações de pinturas.Este é um post inicial de um projeto que espero que dê muitos outros frutos, ou posts, no futuro.Os níveis da vida, do Julian Barnes.E outras tantas me pedem para publicar minhas dicas de livros no blog.South of the Border, West of the Sun ou A sul da fronteira, a oeste do sol do Haruki Murakami um romance sobre um homem e suas paixões durante a vida.The Mussel Feast da Birgit Vanderbeke, sem tradução para o português. Uma história de amor e desencontros entre dois adolescentes problemáticos, tão singulares que são como números primos que se quero um encontro às cegas dividem apenas por um e por eles mesmos.As fotos da família e dos netsukes e outros objetos tornam a leitura mais palpável, vale a pena.Curti bastante esta leitura.Não é um estilo que eu goste muito.Enfim, vamos ao que interessa.Por fim, leio muito em inglês e alguns livros que vou indicar não tem ainda tradução para o português.Mas achei o autor mal-humorado, preconceituoso, alguém que parece estar sendo obrigado a viajar.Bem leve, sem pretensões.Não se zanguem comigo.
Um livro que foi bem indicado, mas frustrou.




[L_RANDNUM-10-999]